Cliente: Revista Recall
Mercado publicitário do interior paulista conhece as melhores criações de 2013

O 13º Prêmio Recall consagrou a criatividade de 15 agências, que conquistaram os 25 troféus das oito categorias

Trezentas e cinco peças inscritas, 55 agências participantes de 25 cidades, 25 troféus distribuídos e 15 agências premiadas. Este foi o saldo da 13ª edição do Prêmio Recall de Criação Publicitária, considerado um dos mais importantes do calendário publicitário do Estado de São Paulo e que reuniu mais de 200 pessoas durante a cerimônia de premiação ocorrida na última sexta-feira (1º/11), no salão nobre da ACIRP (Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto). Entre as premiadas, quatro são de Ribeirão Preto, três de Sorocaba e uma de Limeira, Americana, São Carlos, Araraquara, Lençóis Paulista, Taubaté, Mogi das Cruzes e Araçatuba.

A Atua, de Sorocaba, foi a agência mais premiada, com cinco troféus, sendo ouro em TV e por ter o maior número de peças no short-list, prata em internet e bronze em spots e jingles e TV. Já a Molotov Propaganda, de Taubaté, levou três, sendo ouro e prata em mídia exterior e bronze em material promocional. Outras quatro agências saíram da cerimônia com dois prêmios: Central Business de Comunicação, de Mogi das Cruzes (prata e bronze em anúncios em jornais ou revistas), Verbo Comunicação, de Sorocaba (ouro em anúncios em jornais ou revistas e bronze em mídia exterior), Contin Propaganda, de Limeira (prata em projetos gráficos e bronze em programação visual), e Alta Publiccitá, de Ribeirão Preto (ouro em programação visual e bronze em internet).

A também sorocabana Artmaker Comunicação ficou com o ouro em projetos gráficos, enquanto a NW3, de Ribeirão Preto, uma das mais premiadas agências na história do Prêmio Recall, conquistou a prata em TV.

Outras três agências premiadas na edição de 2012 também se destacaram neste ano. A Zum, de Lençóis Paulista, e a Chilli360, de Araraquara, conquistaram o ouro nas categorias material promocional e internet, respectivamente; enquanto a Audaz, de Americana, ficou com a prata em programação visual.

Na categoria internet, embora o regulamento do Prêmio Recall tenha previsto o desmembramento dela em outras duas (sites e peças sociais), os jurados desta edição decidiram unificá-las e premiar apenas as três melhores criações.

A Draftz, de Araçatuba, voltou a ganhar mais um troféu do Prêmio Recall, depois de quatro anos, arrematando o ouro em spots e jingles. Em 2009, a agência havia levado o bronze em anúncios em jornais ou revistas.

Nesta edição, três agências conquistaram, pela primeira vez, um troféu do Prêmio Recall. A Dueto Comunicação e a Rebelion, ambas de Ribeirão Preto, levaram, respectivamente, bronze em projetos gráficos e prata em material promocional. Já a Intervidi, de São Carlos, obteve prata em spots e jingles.

Todas estas agências souberam que haviam sido vencedoras apenas durante a cerimônia de premiação, pois já é tradicional no Prêmio Recall que a divulgação do short-list é feita somente no dia da entrega dos troféus, uma regra que vale exatamente para preservar o fator surpresa e para que os publicitários que vêm de todas as regiões do Estado possam trocar ideias e conhecer os trabalhos desenvolvidos em outras cidades.

Aliás, ter uma peça selecionada para o short-list já é motivo de orgulho, sinal de que a ideia foi eleita por um renomado júri como uma das melhores do interior paulista, uma região repleta de talentos e considerada o segundo maior mercado consumidor do país, atrás apenas do da capital São Paulo.

Na edição deste ano, os jurados selecionaram 77 peças para o short-list, o equivalente a praticamente 25% das inscrições, e a agência que teve o maior número de trabalhos nesta seleta lista foi a Atua, de Sorocaba, com 11, superando a segunda colocada, Central Business de Comunicação, que teve oito. Com isto, ela levou para Sorocaba o troféu Jack Ronc, que homenageia o artista plástico e diretor de arte falecido em agosto de 2011. Ronc, aliás, foi jurado da primeira edição do Prêmio Recall.

E por falar em troféu, na edição deste ano, novamente o artista plástico Jair Correia criou mais uma obra de arte para o Prêmio Recall. Desde a segunda edição da premiação, é ele o responsável pela criação dos troféus, que mudam a cada dois anos.

A inspiração para sua atual criação veio do outro lado do mundo, mais especificamente da Austrália, onde esteve neste ano. Em todos os troféus que cria, Correia procura enfatizar o bumerangue, símbolo da Recall, e desta vez resolveu acrescentar a figura de um lagarto, animal muito comum na Austrália, assim como o bumerangue. “Em minhas criações, procuro acrescentar ícones que remetem à natureza, mas desta vez optei por colocar um animal. O lagarto está sempre conosco, seja no chão, na parede, em todo lugar vemos um. Acho que depois do cachorro e do gato, é o animal mais presente em nossa vida”, explica.

O Prêmio Recall contou com o apoio da ABAP (Associação Brasileira de Agências de Publicidade) e da Central de Outdoor, seccional São Paulo. “Ganhar um Prêmio Recall é motivo de muito orgulho, pois é sinal de que a criação publicitária foi reconhecida pelo mercado e por um renomado júri de publicitários”, analisa o diretor da revista, Ricardo Carvalho. “E o sucesso desta premiação é resultado da credibilidade conquistada pela Recall durante esses anos e devido ao grande peso que o Prêmio Recall adquiriu. Ganhar um troféu significa a valorização do talento dos executivos e criativos do nosso mercado”, completa Eduardo Ferrari, também diretor da Recall.

09/08/2012
Prêmio Recall
(Gazeta de Ribeirão)